2017

a palavra eleita é

tseke

Esta planta herbácea de rebentos e folhas comestíveis ganhou notoriedade quando o governo recomendou aos moçambicanos a aposta na sua produção como uma forma de reduzir a pobreza e a fome no país.

Sobre a iniciativa

A PALAVRA DO ANO® é uma iniciativa da Plural Editores que tem como principal objectivo sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa, património vivo e precioso de todos os que nela se expressam, acentuando, assim, a importância das palavras e dos seus significados na produção individual e social dos sentidos com que vamos interpretando e construindo a própria vida.

A lista de palavras candidatas a PALAVRA DO ANO® é produto do trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Plural Editores, em Moçambique, através da análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora, tendo em consideração também as sugestões dos moçambicanos através do site www.palavradoano.co.mz.

Arquivo

2016

a palavra eleita foi

paz

O fim dos confrontos entre as Forças de Defesa e Segurança e o braço armado do maior partido da oposição, a RENAMO, foi uma reivindicação constante com vista ao alcance da paz.

Palavras candidatas

  • crise
  • diálogo
  • dívida
  • educação
  • liberdade
  • mamparra
  • paz
  • solidariedade
  • tchilar
  • txunar